Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Pós - Níver

"Por que temeis, homens de pouca fé?"

(Mateus 8:26)

Meu níver foi muito estranho. Primeiro, pelo meu emocional que não está nada legal e, pela primeira vez em minha vida, não estava animada para comemorar. Segundo, porque lá em casa não foi como eu imaginei. Sei lá, meu mano mais novo criou uma situação horrível com a minha mami e eu... fui me meter na confusão... pronto... sobrou pra mim. Então, embora minha mami tenha feito um almoço maravilhoso, com comidas típicas aqui da Bahia - vatapá, caruru... huuuummm - e tudo recheado com muito amor... eu não consegui ficar feliz. Foram longos e intermináveis 4 dias de ostracismo por parte do meu irmão que jurou NUNCA mais falar comigo... :o(  Fiquei arrasada!
A parte legal, além do carinho dos meus pais, foi a presença linda da minha sobrinha recém-nascida (18 dias de vida) e a certeza de que preciso me curar URGENTE... porque voltar pra casa (meus pais vivem numa cidade do interior, próximo aqui de Salvador) não daria certo. Não suportaria as atitudes intempestivas do meu mano... aff! ninguém merece!
Bom, mas no trajeto de retorno a Salvador, eu amadureci mais e mais as decisões que preciso tomar em minha vida... e precisa ser tudo muito rápido porque os planos são de um 2008 só de alegria... :oP  é, eu sei que é difícil... mas, pelo menos quero ter um ano de "vida" no real sentido da palavra porque em 2007 eu não fui nem co-adjuvante da minha vida... fui um mero figurante... vi tudo acontecendo, sem interferir.
Tenho de me convencer de que a vida é assim e de que toda a força de que preciso para vencer toda essa avalanche de problemas está em MIM. Tenho que me cobrar menos e me amar mais. E, acima de tudo preciso aceitar que como mulher tenho minhas inúmeras fases e que todas elas passam assim como as fases da lua... :os
Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.
Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.
E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...
***
(Cecília Meirelles)
: La bella luna - Paralamas do sucesso
publicado por Luna às 01:06

| comentar | ver comentários (3) | adicionar a favoritos
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Um blog = Um presente de níver!

Hoje, é o meu aniversário... Eeeba!!!

Resolvi presentear-me com um blog. Amo escrever e acho que esse seria um presente ideal. Estou tentando me restabelecer de um período forte de depressão que já perdura há mais de um ano. Escrever meio que "exorcisa" as dores, pelo menos para mim. A doença tomou uma proporção tão devastadora sobre mim que nem escrever eu conseguia mais. Por isso, o título do blog é COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ... Quero registrar aqui minhas emoções - alegrias e tristezas - nessa busca frenética para encontrar um caminho que me leve de volta a mim mesma. Pode parecer estranho para quem lê, mas é assim que me sinto - procurando por mim. Pela pessoa alegre, batalhadora e encantada com a vida que já fui e que sei que está em alguma parte de mim escondida, amedrontada, mas ansiosa pra voltar a desfrutar da vida que ela tanto ama.

Para o presente ser completo, preciso falar do que amo e deixar aqui algumas partes de mim, então, não poderiam faltar minha escritora preferida, minha música mais querida e o ator que mais me encanta porque são eles com suas artes que têm sido meus melhores amigos neste último ano. Companheiros leais que não se desviaram de mim nos momentos de angustia e desespero que tenho vivido nos últimos meses. É os amigos, aqueles ditos humanos, sumiram... acredito que não eram amigos de fato, mas isso já não me entristece e portanto não merece destaque no meu blog, muito menos no meu post de níver... rs.

Para quem não conhece, apresento um dos milhares de maravilhosos pensamentos da Clarice Lispector.

"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."

 

Perfeito! Pode haver melhor descrição para o sentimento de saudade? É essa a saudade que sinto de mim. E quando estiver plena novamente, sei que estarei veramente "unificada".

 

Olha que clip maravilhoso da Banda Legião Urbana. Só posso agradecer a Deus pela existência das artes e dessas pessoas maravilhosas que tão gentilmente partilham seus dons conosco, dividindo experiências e trazendo conforto aos nossos corações.

 

 

 

 

Dá até vontade de chorar, mas hoje é dia de alegria... :0 )

Bom, acho que já é o bastante... e, para mim ...

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

: Giz - Legião Urbana
publicado por Luna às 11:22

| comentar | ver comentários (8) | adicionar a favoritos

♣ Luna

♣ Pesquisar

 

♣Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
17
18
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30

♣ Posts

Pós - Níver

Um blog = Um presente de ...

♣ Arquivos

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

♣ T A G S

todas as tags

A minha filha é chefe de ...

♣ Visitas